Terça-feira, 11 de Maio de 2010

 

Aprendemos esta frase logo nos primeiros anos da adolescência mas, nessa idade, é algo ambíguo e difícil de digerir pois as emoções que nos invadem diariamente são tão confusas!

 

Quando, anos mais tarde, entramos no mundo do trabalho, dos relacionamentos e das responsabilidades profissionais e familiares, o tempo é pouco e achamos que é uma frase teórica, filosófica em demasia para o pão, pão, queijo, queijo em que se transformou a nossa vida.

 

Engano! Vislumbrar no meio de todos os conceitos e preconceitos que constituem a personalidade adquirida ao longo dos anos a verdadeira essência de quem somos, é o desafio mais importante e fascinante a que podemos dedicar os nossos momentos a sós. E temos esses momentos?

 

Se não temos, há que construí-los porque são essenciais ao nosso bem estar e felicidade interior.

 

A felicidade nasce de dentro para fora, nunca ao contrário, pese embora nos digam que ela provem dos bens adquirirdos, da cultura ou do nosso companheiro (a). É assim que muitas pessoas mergulham em profunda depressão quando perdem algum bem externo, seja material ou sentimental.

 

Quando somos felizes por dentro, o mundo pode desabar à nossa volta que encontramos sempre ânimo para continuarmos e descobrirmos novos mundos, talvez até mais belos do que aqueles que vamos perdendo ao longo da vida.

 

Assim, digo: Conhece-te a ti mesmo, a tua essência, parte divina dentro de ti e serás um sobrevivente, não espoliado e infeliz, mas vitorioso.

 

Examina-te e descobre quem realmente és, o que realmente desejas, qual é o verdadeiro motor da tua existência neste lindo planeta.

 

Se grão a grão enche a galinha o papo, também hora a hora construímos cada dia, caminhando para o que somos e não levados na enxurrada dos acontecimentos. O que passou, passou, é morto. O amanhã vem longe, nada sabemos dele.

 

Hoje é a página em branco que podemos encher com quem somos, com o que queremos. Cada dia é uma oportunidade de mudança. Mudança de direcção, de atitudes, de pensar, de ser.

 

Atreve-te e sê feliz!



publicado por Nhunguè às 18:43 | link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De sandrita-eu a 26 de Julho de 2010 às 21:04
o teu blog está...lindooo!! :)

e vou adicioná-lo, para me lembrar de cada frasezinha destas :) ajuda muito e sim...uma coisa é certa passarmos um tempo sozinhos connosco próprios ensina-nos a viver de uma forma correcta e a compreendermos o mundo à nossa volta:) bj


De Nhunguè a 13 de Agosto de 2010 às 16:32
Obrigada pelas suas gentis palavras.


Comentar post


Template dos Blogs do Sapo remexido pela Treza, e é capaz de ficar mais fixe em Firefox.


posts recentes

SABER VIVER

O amor é instintivo, natu...

Conhece-te a ti mesmo

Mestre Hilarion

A QUEDA DA ATLÂNTIDA

ATLÂNTIDA

Natal Crístico

Jesus O Cristo

PERDOAR

Mágoas

GAZA

A Cruz

As minhas Tags

amor

atlântida

indagação

luz fogo vida

mistério

ousadia

piramide

porquê?

sereno

todas as tags

arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO